quinta-feira, maio 26, 2022

A essência de um Décor Humanizado

Há uma clara e evidente tendência do décor e suas respectivas associações ascendentes e descendentes, na busca ou retorno a origem de uma existência mais plena, ciente e consciente, sob uma perspectiva holística e profundamente humanizada.

Sinaliza-se essas evidências nos materiais, nos conceitos, nas cores, nas composições e expressões identitárias do design e toda e qualquer função as quais estão inseridas ou contextualizadas. Sinto-me inclinado a prenunciar melhores dias, mais calmos e imensamente mais esperançosos, onde cerimoniosamente relaxo e agradeço esse prenúncio de paz e equilíbrio.

Por Gilbert Antonio

Natural revisitado

Reunindo um encontro de linhas, formas e texturas naturais que contemplam a marcenaria, há claras referências ao retorno do natural e do espontâneo. É possível entender como foram concebidos, pensados e produzidos através de funcionalidade estética e de design intuitivo e visceral.

Organicamente sofisticado

Esse conceito concorda com o décor humanizado, o qual remete-se as formas orgânicas com linhas e aplicações da marcenaria. Os olhos se voltam com grande entusiasmo para o guarda-louças, concebido em baquetes de madeira e design fluído.

Contornos amadeirados

Seu estado bruto, in natura, contempla as fatias de troncos de árvores. Também são preservados as ranhuras, linhas e texturas. Os espelhos se curvam diante da forma, da linha e dos contornos desses troncos como se nascessem ou brotassem das paredes, e, acreditem, eles enfloram.

Ultimas Notícias