quinta-feira, maio 26, 2022

Escola Dona Frida: tradição e amor pela educação

Informe Publicitário

Prestes a completar um ano na direção da Escola Dona Frida, em Pato Branco, o casal Marivone Wisnieski e Hilário Rissardi trabalham para manter vivos os valores presentes na escola desde a fundação, em que a família é tida como a base de tudo, assim como a valorização humana e a simplicidade, onde, de acordo com os gestores, o objetivo é deixar o consumismo de lado.

De acordo com a coordenadora pedagógica, a escola, em seu novo momento, incentiva o desenvolvimento sustentável. “Utilizamos muita matéria-prima reciclada nos projetos, principalmente quando trabalhamos as formas lúdicas”, afirma Marivone.

Nesta linha de pensamento, a escola não cobra nenhuma taxa extra ao longo do ano. “A escola se sustenta com a mensalidade, que é o que nós acordamos lá no início do ano com os pais. E os projetos são baseados todos naquilo que a criança faz”, diz Marivone, exemplificando que os presentes dos Dias dos Pais e das Mães são confeccionados na própria escola durante os projetos complementares.

Ela também destaca o envolvimento no projeto da horta escolar, na qual as verduras e legumes consumidos pelos alunos são produzidos na instituição e que, em breve, será complementado com o pomar, em fase de implantação.

“Nossa região é essencialmente agrícola e as crianças aqui do Centro, em sua maioria, moram em apartamentos. Queremos que nossos alunos tenham uma alimentação saudável, mas também saibam como é produzido o alimento”, diz.

Formação de qualidade

A escola ainda contempla em sua grade educacional o ensino do Espanhol aos alunos do Fundamental. “Não é toda a criança que gosta do Inglês. Também estamos em uma região onde se tem um grande contato com a língua espanhola”, justifica Marivone, afirmando ser “importante que os alunos tenham pelo menos uma introdução para saber que existe e depois se aperfeiçoar naquela língua que gostar mais”.

Projeto educacional integral

Segundo a coordenadora pedagógica, os alunos que permanecem na escola em período integral passam a ter uma rotina de alimentação, com introdução de frutas, café da manhã, almoço e lanches da tarde.

As atividades educacionais, segundo Marivone, são realizadas de acordo com a aptidão da criança. “Por serem projetos, nós temos que sempre inovar. Então estamos sempre ofertando projetos diferentes”, afirma, elencando como projetos fixos da instituição: teatro; dança; balé; robótica; escoteiro mirim; e música [atualmente, este último é desenvolvido voltado às músicas regionais, com professor especializado].

Ainda são ofertados cursos de informática, que engloba desde a informática kids, até a avançada. Inglês e espanhol a partir dos 2 anos.

Matrículas para 2020

A Escola Dona Frida abre as matrículas para o ano letivo de 2020. Para os alunos, que já fazem parte da escola, a direção vem trabalhando com a promoção da Colônia de Férias.

A escola dispõe de vagas para alunos, tanto no projeto de tempo integral, como no regular. “Estamos com preços diferenciados, o que vem nos proporcionando crescimento institucional, mas sempre primando pela educação de qualidade”.

Estrutura

A formação de qualidade, a que a escola vem se propondo, também passa por adequações da estrutura física, que vem sendo melhorada constantemente. “Somos apaixonados por educação, é isso que nos move”, enfatiza Marivone.

Atualmente, a Dona Frida conta com cerca de 20 colaboradores, entre professores, nutricionista, psicóloga e serventes. E, com uma visão de gestão eficiente, a escola busca voltar a ocupar o lugar de destaque da Escola Dona Frida no cenário educacional de Pato Branco e região.

Para o diretor administrativo, “a escola já tem uma tradição de 65 anos. Já traz essa essência. A nossa missão é levar esse legado adiante. Porque estamos realmente assumindo um legado”, afirma Hilário, enfatizando uma grande responsabilidade em seguir levando um nome pioneiro da educação local, mas, principalmente, de formação de novos estudantes.

“Temos um referencial de educação muito forte”, diz o diretor administrativo, lembrando a trajetória da escola desde a idealizadora dona Frida Merlin, passando por Celita Buzetti e Maria Matos. “Diferente de edificações, a essência da escola é a educação; e este é um pilar muito forte, que nos propomos a levar adiante”, enfatiza.

Ultimas Notícias