quinta-feira, maio 26, 2022

Cuidar de você

Ao completar 30 anos de história, a Unimed Pato Branco se consolida como referência regional na oferta de serviços de saúde, com foco no bem estar de beneficiários e cooperados

Informe Publicitário

Se existe algo que a cidade de Pato Branco pode se orgulhar é de sua vocação para o desenvolvimento do setor da saúde. Hoje a cidade é referência em várias especialidades, recebendo inclusive pacientes de outras regiões do Paraná, de estados vizinhos e até mesmo de estados muito distantes.

Foi essa vocação que ofereceu terreno fértil para o nascimento e progresso de uma das cooperativas mais sólidas da região, a Unimed Pato Branco, que em 2020, mais precisamente no dia 2 de abril, completou 30 anos de fundação.

Foi neste dia, no ano de 1990, que aconteceu a assembleia de fundação da cooperativa, na sala 108, do primeiro andar do icônico edifício Palácio dos Arcos, no centro de Pato Branco, espaço que por muito tempo também seria a sede administrativa da cooperativa.

Presidida pelo doutor Ildefonso Amoedo Canto (em memória), a assembleia contou com a presença dos 45 médicos que deram início à Unimed Pato Branco.

Um deles é Antonio Motizuki, cirurgião pediatra, e atual diretor presidente da instituição. Ele lembra que o potencial local para a área da saúde não é algo recente, pois o próprio decidiu desenvolver sua carreira na cidade por conta disso, no início dos anos de 1980. “Pato Branco estava formando um centro médico de especialistas”, conta o médico, sobre aquele tempo.

Dez anos depois, doutor Motizuki lembra que havia uma classe médica estabelecida, atuante, com potencial de articulação e preocupada tanto em oferecer serviços melhores e mais acessíveis à comunidade, quanto em garantir condições favoráveis de trabalho e desenvolvimento aos médicos.
Com tais objetivos em mente, o grupo que viria a fundar a Unimed decidiu criar um convênio, nos moldes do que já era oferecido pelos hospitais na época.

O início dos anos de 1990 foi marcado por uma forte expansão da Unimed pelo Paraná, e houve interesse da federação em facilitar a criação de uma cooperativa em Pato Branco, muito por conta da articulação do doutor Ildefonso Canto, reconhece Motizuki, que inclusive foi o primeiro presidente da instituição. Também fizeram parte da primeira gestão, os doutores Raul Juglair (em memória) e João Pimentel da Silva. “Se trabalhava dia e noite, mas com muito orgulho”, lembra o cirurgião pediatra, sobre os primeiros passos da Unimed Pato Branco.

Ele analisa que os valores dos membros fundadores estavam muito mais alinhados com os princípios do cooperativismo, onde todos os cooperados são donos da instituição, formando uma unidade.

Inicialmente, os primeiros contratos foram firmados com empresas e sindicatos. Os dez primeiros beneficiários da Unimed Pato Branco foram os colaboradores da empresa Elia Lunardi e Cia Ltda, a Casa dos Retalhos, de Coronel Vivida. Em 1992, foi aberta também a comercialização de planos de saúde familiares e individuais.

Um importante marco para a história da cooperativa foi o contrato com a com a indústria Parati, de São Lourenço do Oeste, Santa Catarina, quando a Unimed ultrapassou os 10 mil beneficiários.

Nos primeiros anos, contratar um plano de saúde Unimed garantia acesso às consultas com os profissionais cooperados, internações e exames nos hospitais e laboratórios parceiros.

Motizuki avalia que este é um dos principais benefícios que uma cooperativa oferece à comunidade: serviços médicos de qualidade por preços mais acessíveis e com rapidez. Enquanto dono da Unimed, o médico cooperado atua no desenvolvimento da sua própria empresa, participa das decisões, amplia suas possibilidades de atuação profissional, e também contribui para a democratização do acesso à saúde, avalia o diretor presidente.

Desenvolvimento

Para consolidar a cooperativa, a primeira gestão de diretores se concentrou em estabelecer a imagem de credibilidade, transparência e sustentabilidade da instituição, o que seria fundamental para o seu desenvolvimento notável.

A compra do terreno para uma nova sede já nos primeiros anos de existência ilustra o progresso da Unimed. O prédio foi finalizado oito anos depois da fundação da cooperativa, em 1998, e até hoje abriga os setores administrativos e alguns serviços. Seu endereço é a rua Tamoio, no centro de Pato Branco.

Do ponto de vista estratégico, um momento importante para a história da cooperativa foi a fundação da cooperativa de crédito Unicred, hoje Uniprime. O objetivo era manter na região os recursos financeiros gerados e movimentados pelo trabalho médico, algo que está na raiz do funcionamento das cooperativas de crédito.

Saúde preventiva

Com a estruturação de uma sede própria, a Unimed Pato Branco passou a se mobilizar em uma nova iniciativa, o da oferta de serviços de saúde preventiva.


O projeto começou a ganhar forma no início dos anos 2000, por meio do Grupo de Estudos e Medicina Preventiva (GEMP), iniciativa da Federação Paraná. Em Pato Branco, as atividades começaram em 2002, com a realização de palestras de orientação de cuidados com a saúde, bem como, aulas de atividade física, orientadas por um educador físico.

No período surgiu ainda o Programa Viver Mais, um dos mais longevos da cooperativa, que promove encontros de orientação de cuidados com a saúde do corpo e da mente, mediados por uma equipe multiprofissional, formada por nutricionistas, psicólogos, fonoaudiólogos, enfermeiros, fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais, além das aulas de atividade física, sob a orientação de educadores físicos. Cerca de 400 pessoas participam da iniciativa em Pato Branco e Coronel Vivida.

Um grande passo nessa área foi a inauguração do Centro de Atenção Integrada à Saúde e Medicina Preventiva (CAISMP), em 2012, que hoje é o Centro de Atenção à Saúde (CAS), inaugurado em 2016, em um espaço amplo e moderno. No ano seguinte foi inaugurada a Clínica de Vacinas Unimed, que funciona anexa ao CAS.

O CAS foi criado, principalmente, para ampliar as agendas de algumas especialidades médicas, como a pediatria, mas se tornou um projeto muito mais completo, onde hoje são oferecidos atendimentos eletivos, com médicos clínicos gerais e especialistas, além de sessões de terapias com nutricionistas, psicólogos, fonoaudiólogos e terapeutas ocupacionais. No CAS também são realizados os programas de gerenciamento da saúde, como o Programa Viver Mais Unimed, Oficina Mamãe Chef, Rodas de Conversa Infantil e Gestante, Curso de Gestante: mamãe, papai e bebê, Programa Despertar, Programa Viver Mais Kids, Oficina de Artesanato Viver Mais, Programa de Gerenciamento de Crônicos (PGC) e o Programa Viver Mais ao seu Lado.

Um dos diferenciais do CAS é o atendimento no terceiro turno, que possibilita atendimentos das 18h às 22h, algo inédito para o Sistema Unimed, que foi criado pela Unimed Pato Branco. 

Serviços amplos e de qualidade

A Unimed Pato Branco conta hoje com 320 profissionais cooperados, 122 clínicas e nove hospitais credenciados. Essa estrutura permite que a cooperativa tenha êxito no objetivo de oferecer uma ampla gama de serviços de qualidade em âmbito local.

Ou seja, que seus mais de 47 mil beneficiários consigam realizar o maior número possível de tratamentos e atividades preventivas em suas cidades ou na região de abrangência da Unimed Pato Branco.

“Nós temos uma rede de serviço em toda a região. Em Pato Branco, por exemplo, temos três hospitais, além de hospitais em outros municípios, para urgência e emergência e cirurgias eletivas. Temos clínicas que realizam exames, e também a rede de médicos, das mais variadas especialidades”, lista o diretor vice-presidente, Ivaí Saião Aranha Falcão de Azevedo, sobre os serviços disponíveis aos beneficiários.

“E não somente na região. Em caso de viagem, o beneficiário também conta com serviços da Unimed na localidade onde se encontra, de acordo com a abrangência do seu plano ou se for um caso de urgência ou emergência”, completou o médico.

Do ponto de vista de gestão, os trabalhos estão voltados para uma nova governança, baseada no compliance. “A gente vive o momento atual do nosso país onde está se discutindo muito as questões éticas, não só na política, mas também nas empresas e uma das nossas plataformas é a nova governança, que é baseada em um compliance, onde as empresas utilizam princípios éticos e isso é importante, não só na política, mas também nas empresas, na vida em particular. Está se falando muito sobre isso e a gente tem esse objetivo de implantar na nossa cooperativa essa nova governança”, Ivaí.


Inovação

A inovação e o investimento em novas tecnologias sempre marcaram o desenvolvimento da Unimed, desde a implantação, por exemplo, do cartão magnético, no início dos anos 2000.


Mais recentemente, alguns dos principais esforços estão voltados para o desenvolvimento de ferramentas que diminuam a burocracia e facilitem tanto o acesso dos beneficiários aos serviços da cooperativa, quanto o cotidiano do trabalho dos médicos.

De acordo com o doutor Mauro Schiffl Mattia, diretor superintendente, isso está sendo feito, por exemplo, por meio de aplicativos para dispositivos móveis, como o Aplicativo Cliente Unimed PR, para beneficiários e médicos, e o CRM Unimed, voltado para os planos empresariais.  Também há o Líbero, software que facilita a liberação de exames e procedimentos, e possibilita a telemedicina. 


Um projeto que também está sendo gestado pela instituição é a clínica de oncologia, que oferecerá aos beneficiários da Unimed serviços e atendimentos de prevenção e tratamento para câncer.

“Este é um serviço que tem se mostrado bastante eficaz nas cooperativas onde já foi aplicado. E a Unimed Pato Branco é comprometida com o atendimento de qualidade”, afirma o doutor Mauro.

Certificação RN 277

Em 2017,  através da acreditação da Resolução Normativa – RN 277, da ANS, a Unimed Pato Branco participou do Programa de Acreditação de Operadoras de Planos Privados de Assistência à Saúde, que visa promover a melhoria contínua na qualidade da assistência oferecida pelas empresas de saúde suplementar, e conquistou o nível I, o mais alto na categoria das operadoras acreditadas.

A Unimed Pato Branco

320 cooperados

47.175 mil beneficiários

9 hospitais credenciados

122 clínicas

25 laboratórios de análises clínicas

Artigo anteriorA lhama ou o cientista?
Próximo artigoMeu primeiro gato

Ultimas Notícias