quinta-feira, maio 26, 2022

Envelhecer não é se aposentar da vida

Precisamos falar sobre idade. É importante nos atualizarmos e repensarmos nosso jeito de encarar o envelhecimento. O nosso próprio envelhecer e o da sociedade atual.

Estamos vivendo mais. A expectativa de vida subiu, para homens e mulheres. Hoje em dia não é raro encontrarmos com octogenários, nonagenários e, até, pessoas centenárias! Os avanços da Medicina e da Ciência proporcionaram esta longevidade.

Resta saber se estamos vivendo bem, com qualidade de vida.

É necessário lutar contra os preconceitos e ideias ultrapassadas que permeiam o pensamento acerca do velho. Após os sessenta anos é possível fazer quase tudo. Estudar, iniciar uma nova carreira, viajar, separar, casar de novo, desenvolver uma aptidão artística, praticar esportes e atividade física, ter vida sexual ativa e satisfatória… São inúmeras as possibilidades que a vida oferece a quem já é maduro.

Aquela imagem arcaica de um velho arqueado com bengala, ou da vovó fazendo crochê sentada em uma cadeira de balanço, já cansou!

Há um conceito atual chamado etarismo, ou ageísmo, que são construções mentais acerca de que algo não é para essa ou aquela idade; que não se deva usar tal roupa ou tal comprimento de cabelo; que não fica bem namorar; que se está acabado, inútil ou incapaz para continuar vivendo a vida plenamente.

Quando o indivíduo investe, desde a juventude, em ter hábitos saudáveis de alimentação e combate ao sedentarismo, poderá ter na terceira idade uma vivência do envelhecimento sem traumas e sem tantas limitações.

Temos tantos recursos estéticos, dermatológicos e, até, cirúrgicos, para irmos ajudando a natureza. Só é imperioso cuidar para não abusar dos procedimentos e ficar com a face desarmonizada!

E para consolidar essa nova idade com plenitude de vida, que não esqueçamos da saúde mental. Se necessário, procurar ajuda médica e psicoterapêutica.

Amadurecermos com o psiquismo em dia, com ótimo funcionamento cerebral e com bons insights sobre nós mesmos e essa fase da vida.

Dra. Valéria Azevedo – Médica Psiquiatra – CRM-PR 14375 . RQE 10624

• Formada pela Universidade Federal do RS – UFRGS
• Especialista em Psiquiatria pela Associação Brasileira de Psiquiatria
• Atendimento a Adultos e Crianças

46 3225-3035 . [email protected]
Av. Brasil, 530 . 2º Andar . Sala 202 . Pato Branco/PR

Ultimas Notícias